Entendido

Cookies

Usamos cookies para melhorar sua experiência, marketing digital e análise de uso.

WEC | O pequeno peixe que comeu o peixe grande com low-code

WEC | O pequeno peixe que comeu o peixe grande com low-code

  • #GeneXusHistorias
Com a implementação de ideias inovadoras baseadas no uso da tecnologia, a World Express Cargo de México (WEC) posicionou-se, em apenas 4 anos, como a empresa líder entre os 18 locais auditados que realizam serviços de manuseio, armazenamento e custódia de mercadorias para importação e exportação de produtos na alfândega do Aeroporto Internacional da Cidade do México.

Mas seu início teve alguns contratempos. Eles começaram a operar com um sistema alugado que os limitava de várias aspectos. Esta situação os levou a tentar desenvolver seu próprio sistema .NET, mergulhando em um longo processo, repleto de falhas e frustrações.

Por fim, alguém lhes falou sobre GeneXus. “No início estávamos céticos. Começamos a desenvolver o sistema em GeneXus com dois desenvolvedores e, à medida que o projeto avançava, fomos surpreendidos porque não seguia o processo normal de desenvolvimento e as iterações eram muito mais curtas. No dia da implementação tivemos o primeiro problema, mas ao contrário de outras plataformas, conseguimos fazer a correção em 7 minutos”, explica Raúl Hinojosa, diretor de Tecnologia da WEC.

Graças ao GeneXus, hoje WEC é o único armazém, -naquele país-, que opera com guia eletrônico e também é o único que dispõe de uma aplicação móvel para que os clientes possam administrar todas as suas ações, tornando-se assim o espaço mais rápido em a implementação de soluções de negócios, com mais de 130.000 operações mensais.

Descubra por que o low-code é a chave para crescer entre gigantes.