GeneXus agora é Powered by Globant.

Cookies

Usamos cookies para melhorar sua experiência, marketing digital e análise de uso.

Concordo
História de sucesso

FAB utiliza sistema de compras desenvolvido em GeneXus

Com GeneXus, a R2Tech garantiu o desenvolvimento do sistema em seis meses, enquanto as concorrentes estimaram a entrega do projeto em dois anos

O controle e automação dos processos de compra por licitação de peças e serviços para a Força Aérea Brasileira (FAB) no exterior é realizado pelo sistema de eProcurement Governamental. Desenvolvido pela R2Tech em GeneXus, o sistema atende há dez anos todas as necessidades da Comissão Aeronáutica Brasileira, em Washington (EUA).
 
O sistema é utilizado desde 2002, quando a R2Tech passou por uma licitação e venceu por garantir a entrega do projeto em seis meses, enquanto as outras empresas estimaram um período de dois anos. “A coragem para essa proposta ousada veio do uso do GeneXus. Estávamos acostumados à velocidade de desenvolvimento que a ferramenta proporciona e, por isso, conseguimos oferecer um prazo menor e entregar o projeto no tempo estimado”, explica o presidente da R2Tech, Roberto Florez.
 
O eProcurement Governamental destaca-se pelo uso intensivo da internet, não só por quem faz a requisição dos materiais e pelos fornecedores, que participam dos processos, mas também no trato do processo interno das licitações, pelo uso de certificações digitais – digital signature – e nas formalizações de cada etapa do processo de aquisição, mantendo-se em sua maior parte eletrônico – paperless.
 
Desde a primeira versão, o sistema já possuía o portal para os fornecedores, e nestes dez anos vem sofrendo atualização tecnológica em versões de ambientes, servidores e bancos de dados. Todas estas evoluções são mantidas pela ferramenta GeneXus.

“Nós cuidamos primariamente das especificações e das regras de negócios, e hoje, dez anos depois, após passar por diversas tecnologias, tais como CGI-BIN, Java, IIS, evoluções de bases Oracle, a grande maioria do ‘código GeneXus’, ou melhor, as regras de negócios continuam as mesmas. Isto sem dúvida é um dos grandes benefícios de uso do GeneXus”, conta o diretor responsável pelo produto da R2Tech, Daniel Luis Silva.
 
A solução
 
Os pedidos novos de materiais são incluídos automaticamente através de uma interface com a área de logística da FAB no Brasil. O sistema analisa, entre os fornecedores cadastrados, os que têm possibilidade de atender a especificação técnica do material e prepara edital e dados dos pedidos. Além disso, controla o recebimento do material, a cobrança de atraso no prazo de entrega, o armazenamento e o embarque do material com manifesto de carga, o pagamento das faturas e a tesouraria, incluindo aplicações financeiras.
 
O sistema mantém interface automática com o Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI), alimentando-o com dados de todas as etapas do processo. E ainda possibilita diversas integrações e processos automáticos, que garantem o funcionamento em sintonia com outros módulos e plataformas do governo; workflow em processos e documentos; assinatura e certificação digital; Real Time Tracking, permitindo rastreamento automático e instantâneo de materiais comprados, entregues e em movimentação, por leitura de códigos de barra; e Auction – leilão online.
 
Uma extensão ao modulo de eProcurement
 
A R2Tech desenvolveu ainda o "Módulo Transporte", uma extensão que insere definitivamente o uso do GeneXus ao Sistema Integrado de Logística de Material e de Serviços da FAB (SILOMS). Este módulo automatiza o controle de distribuição de cargas no território brasileiro, aprimorando sobremaneira a área de logística da FAB através do uso intensivo do RFID – "etiqueta" com emissor de rádiofrequência.
 
“O Módulo Transporte é uma revolução no transporte logístico da Força Aérea Brasileira. Por mais de sessenta anos, a FAB coordenou o transporte logístico através de telefone, telex e fax. E, agora, temos uma ferramenta de TI de última geração”, entusiasma-se o diretor do Centro de Logística da FAB (CELOG) – a quem a CABW se subordina – Brigadeiro-do-Ar Edgard de Oliveira Junior.