GeneXus simplifica a inovação para empresas usuárias do ecossistema SAP

Desenvolvedora global de produtos para software baseados em Inteligência Artificial apresenta soluções que agilizam a construção de aplicações Web e Mobile para o universo SAP.

A GeneXus, desenvolvedora global de soluções baseadas em Inteligência Artificial, apresenta durante o SAP NOW Brasil, evento de tendências e inovação da multinacional alemã SAP, seu pacote de ferramentas que aceleram o desenvolvimento de aplicações web e mobile no universo SAP, automatizando a concepção, a integração e a evolução de aplicativos para diferentes pontos de contato digitais entre empresas, equipes e clientes. 

De acordo com a GeneXus, as extensões são formas de simplificar a inovação para empresas que trabalham com o ecossistema SAP. “Fornecemos soluções sofisticadas, sem a necessidade de aprender a codificar uma única linha. Com essas ferramentas, o desenvolvedor pode se concentrar em negócios e inovações ao invés de focar em variações de programações”, pontua o country manager da GeneXus Brasil, Ricardo Recchi.

A plataforma da GeneXus é um caminho para gerar aplicações nativas e web padrão Fiori a partir dos dados corporativos dos sistemas SAP, S/4 HANA e SAP Leonardo, permitindo deploy automático para o SAP Cloud Platform. Com ela, os desenvolvedores do GeneXus só precisam aprender uma única tecnologia, em vez de seis ou mais. 
Para elucidar a nova forma de simplificar a inovação para empresas que trabalham com o universo SAP, o gerente de programação da GeneXus, Luis Murillo, ministrará a palestra “O caminho mais rápido para a empresa inteligente”, que acontece no dia 12/09 -  11:00 AM-11:30 AM  no SAP Forum.

O SAP NOW é o cenário ideal para testemunhar o aumento de produtividade que um desenvolvedor pode alcançar com GeneXus para projetos que seguem o design system do SAP Fiori, aproveitam a base de dados do SAP HANA, se integram aos serviços do SAP Leonardo ML Foundation e ao SAP S/4 HANA ou versões anteriores do ERP por meio do uso de serviços OData (Open Data Protocol)”, finaliza Recchi.